Dramas pessoais e sociais na programação de cinema da semana

Na terceira semana de fevereiro, a programação de cinema das madrugadas da Rede Minas, exibida em parceria com a TV Brasil, traz tramas e conflitos pessoais e sociais de personagens fictícios e também reais, como o militante Marighella e a atriz Odete Lara.

Marighella
Terça, 16/02 (0h30) – Marighella
Longa resgata a trajetória do militante da luta armada esquecido pela história.Maior nome da militância de esquerda no Brasil dos anos 1960, Carlos Marighella atuou nos principais acontecimentos políticos do Brasil entre os anos 1930 e 1969 e foi considerado o inimigo nº1 da ditadura militar brasileira. Líder comunista, vítima de prisões e tortura, parlamentar, autor do mundialmente traduzido “Manual do Guerrilheiro Urbano”, sua vida é considerada por muitos um ato de resistência e coragem.Ano: 2000.
Gênero: documentário.
Direção: Isa Grinspum Ferraz.
Narração: Lázaro Ramos.
Classificação Indicativa: 16 anos

La vida loca

Quarta, 17/02 (0h30) – La vida loca
Duas gangues vivem uma guerra sem misericórdia na cidade de San Salvador, em El Salvador.

O sangue adolescente mancha as mãos de um povo inteiro e a guerra civil fatal mantém a raiva constante de um país. Dos Estados Unidos, terra de exílio, deporta toda uma geração perdida, cuja miséria e morte prematura revelam a ingratidão total do mundo, selado por uma globalização extrema.
O filme conquistou o prêmio de Documentário Memória no Festival do Novo Cinema Latinoamericano, em Havana (Cuba). O diretor Christian Poveda recebeu a Medalha de Honra no Festival del Scoop y del Periodismo de Angers (França).

Classificação Indicativa: 18 anos
Diretor: Christian Poveda

Lara

Quinta, 18/02 (0h30) – Lara
Cinebiografia recorda a agitada trajetória da atriz Odete Lara, dos anos 1930 a meados dos anos 1970.

O longa se baseia em diferentes momentos da trajetória de Odete Lara para fazer um retrato de mulher, de uma geração e do mundo em que ela construiu a sua carreira.
A estonteante beleza de Odete Lara lhe abriu muitas portas, mas rapidamente seu talento também foi reconhecido. Do teatro ao cinema foi um pulo. Apesar do status de estrela, o sucesso não trouxe felicidade. Ela teve várias relações amorosas decepcionantes e destrutivas.

Ano: 2002.
Gênero: drama.
Direção: Ana Maria Magalhães
Trilha sonora: Dori Caymmi
Elenco: Christine Fernandes, Caco Ciocler, Maria Manoela, Tuca Andrada, Emílio de Melo, Mariana Lima, Gilberto Gawronski, Monique Lafond, Marcos Caruso.
Classificação indicativa: 16 anos

Meu mundo em perigo

Sexta, 19/02 (0h30) – Meu mundo em perigo
Drama com estrutura narrativa peculiar entrelaça o destino de três personagens cujas vidas se colidem em um desfecho trágico.

A trama acompanha a história de três personagens: Elias, um fotógrafo desempregado que perde a guarda do filho e mergulha em um inferno interior do qual não consegue fugir; Isis, uma mulher enigmática que busca escapar do passado e do presente e com quem Elias passa a se relacionar; e Fito, um homem que entra em desespero após perder o pai em um acidente de trânsito provocado pelo fotógrafo.

O drama recebeu premiações em três categorias no Festival de Brasília: Melhor Ator (Eucir de Souza), Melhor Ator Coadjuvante (Milhem Cortaz), Prêmio da Crí́tica de Melhor Filme.

Ano: 2007.
Gênero: drama.
Direção: José Eduardo Belmonte
Elenco: Eucir de Souza, Milhem Cortaz, Rosane Mulholland, Justíne Otondo, Wolney de Assís, Zíza Brísola.
Classificação indicativa: 12 anos

Recordações da casa amarela

Sábado, 20/02 (0h30) – Recordações da casa amarela
Comédia portuguesa conquistou o Leão de Prata no Festival de Veneza

Um homem de meia-idade vive no quarto de uma pensão barata na zona antiga e ribeirinha de Lisboa. Doente e com outros problemas, ele se distrai com música clássica e assistindo a filmes para enfrentar o desatino da miséria. É despejado do local após um frustrado atentado ao pudor contra a filha da dona da pensão.

Sozinho e sem dinheiro, o homem se vê oprimido pela frieza da vida urbana até que é internado em um hospício. Ele sai de lá como um homem livre e sensato, empenhado em cumprir uma estranha tarefa confiada por um velho amigo que também sofre de transtornos mentais.

País de origem: Portugal.
Ano : 1989.
Gênero: comédia.
Direção: João César Monteiro
Elenco: João César Monteiro, Manuela de Freitas, Ruy Furtado, Teresa Calado, António Terrinha, Violeta Sarzedas, Madalena Lua, João Bérnard da Costa, Sabina Sacchi, Manuel Gomes, Maria Ângela de Oliveira, Maria da Luz Fernandes, Vasco Sequeira, José Nunes.
Classificação indicativa: 18 anos

elvinedo
Segunda, 22/02 (0h) – El viñedo
Drama inspirado em fatos reais cobre o assassinato de um rapaz no momento em que roubava cachos de uvas de um terreno privado.
Um jornalista de um importante jornal de Montevidéu descobre que o assassinato de um jovem em um vinhedo tem razões políticas e não foi um ato isolado. Entre o desafio profissional e a obsessão pessoal em busca de justiça, ele começa a investigar o desaparecimento e descobre que poucas pessoas se arriscam a enfrentar o dono do vinhedo.

 

Ano: 2000
País: Uruguai / Chile
Direção: Esteban Schroeder
Roteiro: Esteban Schroeder, Pablo Vierci
Elenco: Danilo Rodríguez Barilari, Liliana García, Fernando Kliche

Menos que nada
Segunda, 22/02 (1h30) – Menos que nada
Trama traz intricada relação entre psiquiatra e paciente.
Dante está internado num hospital psiquiátrico com diagnóstico de esquizofrenia e não fala com ninguém nem recebe visitas, permanecendo indiferente ao mundo. Após ver Dante surtar no pátio do hospital, a jovem psiquiatra Paula se interessa pelo caso. Disposta a desvendar as relações sociais do seu paciente, a médica faz uma série de entrevistas com pessoas que conviviam com ele antes da internação.Misto de drama psicológico e investigação policial, o longa reflete sobre os limites do tratamento das perturbações mentais e é uma adaptação do conto “O Diário de Redegonda”, do médico e escritor austríaco Arhur Schnitzler (1862-1931).

Ano: 2012.
Gênero: drama.
Direção: Carlos Gerbase, com Alexandre Vargas, Artur Pinto, Branca Messina, Carla Cassapo, Elisa Volpatto, Felipe Kannenberg, Felipe Monaco, Letícia Lahude, Maria Manoella, Matheus Zoltowski, Roberto Oliveira, Rosanne Mulholland.
Classificação indicativa: 14 anos

Deixe um comentário