Consciência negra: programação aborda temas como história, saberes, mídia e racismo

Temas relacionados à consciência negra ganham ainda mais espaço na programação da Rede Minas em novembro.

Nesta semana, o Brasil das Gerais é especial. De segunda a sexta, às 17h30, a atração leva ao ar uma série de programas que abordam temáticas relacionadas à consciência negra, desde um resgate à história e tradições dos quilombos e do povo brasileiro até uma reflexão sobre as ações diárias que podem ser feitas para diminuir o racismo.

Para começar, segunda, 16/11, a atração fala sobre família, comunidade e a resistência dos quilombos, desde a escravidão no Brasil até hoje, e recebe Glaucia Cristine Martins de Araujo Vieira, uma das lideranças do Quilombo Souza, e Tannia Aparecida da Silva de Oliveira, quilombola da Comunidade Carrapato Tabatinga (Bom Despacho, MG), além de contar com um depoimento de Pedro Hbs, diretor artístico do projeto EdukaKilombu do Manzo Ngunzo Kaiango.

Na terça, o programa fala sobre os impactos psicológicos do racismo. Na quarta, um debate sobre a importância das folhas sagradas para as religiões de matriz africana. Quem fala sobre como a preservação de territórios, antigos terreiros e agora Unidades Tradicionais, é importante para a preservação dessa cultura e desses saberes, é Mam’etu Kitaloya dya Nkisi, coordenadora de ancestralidades do FONSANPOTMA-MG, e Ângela Gomes, prof. doutora e especialista em Étno Botânica, além do Babalorixá Everton de Iemajá. Na quinta, Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, uma reflexão sobre as ações diárias que podem ser feitas para diminuir a violência contra a mulher negra, que é a que mais sofre violência doméstica no Brasil. As convidadas dessa edição são Liliane Martins, psicóloga, e Dalva Domingos, líder do Comitê Igualdade Racial e Violência Contra Mulher de BH no Grupo Mulheres do Brasil. A programação da semana encerra com um resgate das origens e raízes do povo brasileiro.

Semana da Consciência Negra no Brasil das Gerais

Dois especiais do Conversações abordam o negro na mídia e antirracismo. Na última edição do programa, a professora da UFMG, Laura Guimarães, organizadora do livro “Vozes Negras em Comunicação: Mídia, racismos, resistências”, falou sobre comunicação e raça, os atravessamentos entre estética e política, além da midiatização dos racismos. A discussão urgente sobre o contexto e as desinformações que envolvem o racismo continua nesta quinta, 19/11, às 20h45, com Benilda Brito, pedagoga e mestre em gestão social, autora de “Flor e Rosa” e “Negras (In)Confidências – bullying não. Isso é racismo”, contos autobiográficos, com vivências cotidianas relacionadas ao tema.

As comemorações do Mês da Consciência Negra começaram no Hypershow Fora do Normal, exibido em 04/11, com as cantoras e compositoras Bia Nogueira e Maíra Baldaia falando sobre a presença das mulheres negras no universo da música. No Dia Nacional da Consciência Negra, sexta-feira, 20/11, o Opinião Minas, às 20h15, será dedicado ao tema.

Deixe um comentário