Expressões históricas e culturais do interior de Minas em destaque na Faixa de Cinema

A festa religiosa e a produção de queijo artesanal, duas expressões culturais do interior de Minas Gerais que dão continuidade à programação da Faixa de Cinema com filmes sobre patrimônios culturais mineiros realizados pelo Iepha, Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais. Nesta sexta, 21/8, às 23h30, confira os documentários “Festa de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte“, de Jason Barroso Santa Rosa; e “O quê de Queijo”, de Paulo Henrique Rocha.

A devoção à Nossa Senhora do Rosário é uma expressão religiosa tipicamente afro-brasileira. No município de Chapada do Norte, a festa da santa desvela e descreve – por meio de novenas, lavações, leilões, corridas de cavalo e paneladas de angu – histórias, credos e culturas ligados a um passado colonial onde se entrelaçam portugueses, negros escravizados e negros libertos. Essa produção audiovisual documenta a Festa de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte, registrada como patrimônio cultural imaterial do estado pelo IEPHA-MG em 2012.

Na região do Serro há uma tradição mantida pela transmissão de saberes tradicionais através de gerações: o Modo Artesanal de Fazer Queijo Minas do Serro. Essa prática, registrada como patrimônio cultural a nível estadual e nacional, respectivamente, em 2002 e 2008, é documentada na obra “O quê de Queijo” por meio de entrevistas que buscam, em vista das transformações históricas e sociais da região, apresentar e entender a relação do produto com o cotidiano e a cultura dos serranos.

Ficha técnica:

Festa de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte
Direção: Jason Barroso Santa Rosa
Direção de fotografia: Marcos Tomaz
Som direto: Ricardo Quirino
Montagem: Cláudio Oliveira
Produção: Auro Queiroz

O quê de Queijo
Direção, roteiro, edição e finalização: Paulo Henrique Rocha
Direção de fotografia: Leandro Borboleta / Paulo Henrique Rocha
Imagens aéreas: Diogo César Vilela
Captação de áudio: Jorge Alvarenga
Trilha sonora: Marcus Felipe Mota

Deixe um comentário