Rede Minas produz série documental sobre as ocupações do Izidora

show_img (3)

O núcleo de conteúdos especiais do jornalismo da Rede Minas retrata numa série especial do Jornal Minas a realidade das Ocupações do Izidora, um dos maiores conflitos fundiários do Brasil.

Desde junho de 2013, 8 mil famílias vivem na região conhecida como Mata do Izidora, um local que estava abandonado e, segundo moradores e movimentos sociais, descumprindo a função social da propriedade. Essas famílias de baixa renda, que não tinham condição de arcar com um aluguel, construíram com muito esforço suas próprias casas e hoje vivem entre o medo de serem despejadas e a esperança de permanecerem ali.

show_img (2)

A contradição existente em torno das questões das ocupações do Izidora gera polêmica: o governo afirma que a área será usada para a construção de moradias do programa “Minha casa Minha vida”, mas para isso as casas já construídas por essa população, que tem o perfil para ser atendida prioritariamente pelo programa, terão que ser jogadas no chão.

A série mostra a realidade por trás da enorme carência gerada pela falta de uma política pública habitacional no Brasil. Confira os vídeos da série:

 

Comentários

  • Por Brasil Holandês - em Responder

    Essa ocupação é um tapa na cara de quem faz muito sacrifício para pagar a moradia mas não invade terra de ninguém. Onde essa gente morava antes de 2013?
    Que dignidade eles têm morando em propriedade que não lhes pertencem, sem água, sem esgoto e sem luz?

Deixe um comentário