Série do Hypershow destaca novos talentos da música

combo

Fotos: Divulgação

Samba, MPB e música regional: a partir do dia 15/2 o Hypershow leva ao ar uma série de shows de novos talentos interpretando cantores (as) e compositores (as) de renome da música brasileira. As apresentações fazem parte do Sarau Minas Tênis Clube, atualmente em sua terceira edição, que tem o objetivo de revelar e valorizar talentos de Minas Gerais.

Neste ano os artistas selecionados foram Cliver Honorato e Batuque Cello, Tutu com Tacacá, Manu dias e Bia Nogueira. Os homenageados, respectivamente, foram Caetano Veloso, Dona Onete, Beth Carvalho e Leci Brandão. Acompanhe novidades sobre o Hypershow pelo YouTube, Facebook e Instagram.

Confira a programação.

15/2 – Cliver Honorato e Batuque Cello cantam Caetano Veloso
22/2 – Tutu com Tacacá cantam Dona Onete
29/2 – Manu Dias canta Beth Carvalho
7/3 – Bia Nogueira e A Carta cantam Leci Brandão

Cliver Honorato e Batuque Cello
Cantor, compositor e instrumentista, Cliver Honorato lançou o disco homônimo em 2017, com canções autorais, que são resultado de toda sua vivência artística. O álbum transita pelo rock, pelo jazz, pela bossa e pelo samba. O grupo Batuque Cello foi idealizado pelo violoncelista, contrabaixista e compositor Ricardo Campos, e conta também com os violonistas Leonardo Araújo e André Oliveira e o percussionista Daniel Guedes.

Tutu com Tacacá
A banda Tutu com Tacacá nasceu em 2016 a partir da reunião de dançarinos e músicos do Grupo Folclórico Aruanda. O objetivo do grupo é unir as raízes mineiras com a tradição musical do Pará, composta pelo Carimbó, Lundu e Retumbão.

Manu Dias
Iniciou a carreira musical em Ouro Preto cantando em bares canções do pop-rock nacional. Em um segundo momento vivenciou a cultura das rodas de samba, em BH, e passou a estudar a história do ritmo, seus compositores e movimentos. Em 2018, Manu lançou seu disco Sambadear.

Bia Nogueira
Atriz, cantora e compositora, Bia Nogueira é uma das idealizadoras do Sonora Festival e fundadora do IMuNe. Com influências da música tradicional afro-brasileira e da música eletrônica, em 2018, lançou o disco “Diversa”, acompanhada da banda “A Carta”.

Confira as edições anteriores

 

Deixe um comentário