Inscrições abertas: mais de R$15 milhões em editais da Lei Aldir Blanc para o Audiovisual em Minas Gerais

ATUALIZAÇÃO: As inscrições foram prorrogadas até o dia 17 de novembro, terça-feira.

Se você é profissional do audiovisual, como cineasta, roteirista, produtor e técnico, não perca esta chance. Até o dia 13 de novembro estão abertas as inscrições nos editais do Audiovisual da Lei Aldir Blanc em Minas Gerais. Serão R$ 15.890.000,00 distribuídos em sete editais para toda a cadeia produtiva do segmento, com a previsão de contemplar 1.389 propostas. Atenção, o tempo é curto! Os editais completos e formulários de inscrição estão disponíveis neste link, no site da Secult.

Confira abaixo os editais elaborados pela EMC:

Edital Cidadania Audiovisual
Atende pessoas físicas e jurídicas, destinando R$ 12 mil a cada um dos 340 projetos de curta-metragem de baixo custo. A ação é de incentivo à produção de trabalhos de ficção, animação ou documentário que podem ser exibidos na TV, plataformas on-line, mostras e festivais.

Licenciamento de obras de curta-metragem, média-metragem, longa-metragem e conteúdo seriado
Destinado a pessoas jurídicas, prevê o licenciamento, por dois anos, de 330 obras de curta, média, longa e séries. São mais de R$ 5 milhões que vão beneficiar esses projetos, com valores que variam de R$ 5.220 a R$ 34 mil.

Prêmio para filmes de curta-metragem, média-metragem e longa-metragem
O edital vai contemplar 154 filmes de curta, média e longa-metragem, com prêmios de R$ 5 mil a R$ 15 mil. São obras produzidas por microempreendedores individuais, microempresas e aquelas de pequeno e médio porte que não possuem o Certificado de Produto Brasileiro, da Ancine. A ação atende a uma situação de emergência do setor, estagnado com a pandemia, assim como a valorização desses trabalhos.

Prêmio para profissionais da cadeia produtiva do audiovisual
O prêmio é um reconhecimento a toda a cadeia produtiva audiovisual. Destinado a pessoas físicas e jurídicas, busca valorizar os diversos profissionais que trabalham no setor, como aderecistas, cabeleireiros, técnicos e pesquisadores. O edital prevê 500 premiações no valor de R$ 8 mil a cada um dos contemplados.

Prêmio para distribuidoras e exibidoras
Destinado ao reconhecimento de distribuidoras e exibidoras que tenham se dedicado aos filmes mineiros nos últimos dois anos. Vão ser 15 empresas premiadas com R$ 24 mil, cada uma, pela excelência dos trabalhos.

Prêmio para roteiros e argumentos
Destinado a pessoas físicas e jurídicas que tenham realizado trabalhos de roteiros e argumentos em obras audiovisuais. Vão ser 40 prêmios no valor R$ 15 mil a cada um.

Prêmio para produtoras
O trabalho das produtoras também é valorizado no edital. A ação prevê prêmios para essas empresas que tiveram lançamento de filmes cancelados em função da pandemia. Vão ser dez prêmios no valor de R$ 24 mil a cada um dos selecionados.

Gerais

Mais sobre os editais da Lei Aldir Blanc de emergência cultural em Minas

A Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult MG), suas instituições vinculadas, juntamente com a Comissão Estratégica de Gestão da LAB MG, formada por diversos segmentos da sociedade civil, lançaram ontem, 29/10, o pacote de editais da Lei Aldir Blanc (LAB) de Emergência Cultural. A Lei Federal 14.017, de 29 de junho deste ano, estabelece ações ao setor cultural como medida de enfrentamento à pandemia pela Covid-19.

Os editais, que já estão disponíveis no site da Secult, irão investir cerca de R$ 119,5 milhões em diversos segmentos culturais. São eles: música, dança, circo, artesanato, fotografia, literatura, memória, culturas populares e tradicionais, artes visuais e digitais, pesquisas artístico-culturais, conservação e restauração, patrimônio, audiovisual, cultura alimentar e gastronomia, produção cultural, mostras e festivais, pontos de cultura, museus, centros de memória e bibliotecas comunitárias, arte urbana, história em quadrinhos , coletivos e espaços culturais, entre outros. O valor total destinado a operacionalização pelo Estado é de R$ 135.732.701 milhões, que serão divididos entre esses 27 editais (inciso III da Lei) e a outra parte será destinada ao auxílio emergencial de R$ 600,00 (inciso I).

O prazo de inscrição dos editais da Lei Aldir Blanc é curto, dez dias a partir da publicação dos editais. Mais informações estão disponíveis aqui.

Deixe um comentário