Saberes tradicionais são tema de documentário da Faixa de Cinema

combo_2asemana_especialmulheres

Nesta sexta, 13, às 23h30, a Faixa de Cinema dá continuidade às exibições especiais da série “Vida Longa ao Cinema feito por Mulheres”, com filmes selecionados pela Coletiva Malva, em comemoração ao mês da mulher. Nesta semana serão exibidos os documentários “Do que aprendi com minhas mais velhas”, de Fernanda Júlia e Susan Kalik; Tança, de Carolina Canguçu,  Luana Gonçalves e Gercino Batista; e “Iluminadas“, de Gabi Saegesser.

“Do que aprendi com minhas mais velhas” fala sobre como a fé no Candomblé é transmitida de geração em geração. Nenguas, Yalorixás e Egbomis contam como aprenderam com seus mais velhos e como ensinam aos seus mais novos. Um filme onde mulheres importantes no Candomblé da Bahia falam como aprenderam com seus mais velhos e como ensinam seus mais jovens.

“Tança” foi uma africana escravizada na região da Serra do Cipó, em Minas Gerais, e é a matriarca ancestral do Quilombo do Matição. No documentário ela renasce na memória de seus descendentes mais velhos, que mantém com lucidez e riqueza de detalhes a história do quilombo.

O cotidiano de 16 parteiras de Pernambuco é o tema que conduz o documentário “Iluminadas”. O filme retrata a força, a resistência, o mistério e o respeito aos processos naturais da mulher e do nascimento.

Coletiva Malva
Todos os filmes que serão exibidos durante o mês de março no especial “Vida longa ao cinema feito por mulheres” foram selecionados pela Coletiva Malva em parceria com a Rede Minas. A Coletiva Malva é formada por quatro mulheres: a historiadora Letícia Souza, a cientista social Rita Boechat, a comunicadora Mirela Persichini e a psicóloga Daniela Pimentel. O grupo tem o propósito de pensar o cinema e suas implicações, uma vez que as produtoras e curadoras enxergam o cinema como instrumento propagador das diversidades, como materializador da disputa imagética e como dispositivo de reflexão e embate a práticas que se pretendem normatizantes e universali

Deixe um comentário